whatsapp-png-554.png

Relatos de uma TRAIÇÃO

Uma funcionária pública da área de educação  procurou a Taurus Investigações nesta semana para fazer um alerta, baseado em sua história de vida recente.

 

Essa MULHER terá seu nome preservado por medo de represálias. Ela disse que viveu com um caminhoneiro (L.C.) de 41 anos, por quase dois anos e foi enganada por ele com praticamente 12 amantes.

 

De acordo ELA., que tem 40 anos, ela não quer vingança nem qualquer tipo de exposição, quer apenas alertar esposas e companheiras, que uma relação tem que ser baseada na confiança e cumplicidade, “Um fato que mostra isso, é se você tem ou não a senha do celular de seu companheiro. Isso mostra muito a sinceridade da outra pessoa, já que essa pessoa quer dividir a vida com você, por que não a senha do celular também”, disse ELA.

 

O surpreende no caso da educadora é que, seu companheiro se relacionava com 12 mulheres, solteiras, casadas e até prostitutas constantemente, desde Belo Horizonte, passando por várias cidades de Sete Lagoas e até em Uberlândia, havia também algumas de São Paulo.


“Eu tinha muita desconfiança, muitos indícios, mas fui descobrir tudo quando contratei um detetive particular, que de fato comprovou as traições com várias mulheres e algumas eram casadas. Fique mais abalada quando tive acesso ao celular dele, vi várias fotos e vídeos dessas mulheres, inclusive ‘nudes’ e vídeos dele fazendo sexo com elas. Foi aí que descobri, que ele não usava nem camisinha com essas mulheres, me deixando em um grupo de risco de ter uma doença sexualmente transmissível”, disse a funcionária pública.

ELA. disse que já fez exames e não foi constatado nada, mas o médico teria lhe pedido para refazer todos exames dentro de alguns dias. Ela diz estar com medo de ter adquirido alguma doença, por causa de seu companheiro, os dois terminaram o relacionamento no início deste mês de julho.

  

A funcionária pública finaliza dizendo que ninguém está livre de passar por uma situação dessas, “Não queria que nenhuma mulher passasse por isso, esse sentimento de ter sido passada pra trás e ainda por cima correr um risco de vida. E saber que seu ex-companheiro não sente nenhum tipo de culpa. Por isso, fica o alerta para todos tomarem cuidado em seus relacionamentos, e evitar casos como o meu de ser vítima de um ‘Dom Juan das estradas’ ”, disse.

 

Não perca mais tempo!!!

Tire essa dúvida da cabeça, entre em contato e descubra a verdade.

whatsapp-png-554.png

Total Sigílo e Ética 

Orçamento por whatsapp, sem compromisso algum.

cnpj: 29.824.930/0001-41
Asa Sul - Brasília-DF